Guia de Marketing Digital para Academia
Guia de Marketing Digital para Academia
Posted by

Guia de Marketing Digital para Academia

 

Este texto tem por objetivo colocar em ordem algumas ideias sobre o Marketing Digital para Academia e ajudar o gestor a entender o que fazer, quando fazer e como fazer. Pois se não fizer corre o risco de desaparecer do mercadoPercebo que ainda há muita gente perdida, atirando para todos os lados, experimentando estratégias só porque o concorrente fez, ou porque o expert do momento garantiu resultado, sem colocar o foco no próprio negócio.

E esse talvez seja o maior de todos os erros. Fazendo uma comparação, sabemos que os exercícios trazem benefícios em maior ou menor grau, mas que fazer exercícios seguindo um programa personalizado fará com que alcance seus objetivos. Com o marketing digital não é diferente, você pode fazer ações isoladas e obter algum benefício, mas atingir seus objetivos, só quando deixar de copiar o que os outros fazem, ou que ouviu alguém dizer que dá certo, e seguir um planejamento que contemple as necessidades da sua academia, para atingir os seus objetivos.

10 dicas básicas de marketing digital para academias

 

  • Não existe Marketing Digital.

Já escrevi  sobre isso (clique aqui para ler) então não vou entrar em muitos detalhes. “Digital” é o ambiente, o Marketing [em ambiente] digital, começa off-line. Trocando em miúdos, não existe uma grande novidade, apenas um novo ambiente, no qual são necessárias ferramentas adequadas.

 

  • Colocar as forças no Inbound Marketing

A mais breve “tradução” para o termo seria marketing de conteúdo. Toda a estratégia é baseada em fornecer conteúdo sobre determinado assunto, que atendam as necessidades e desejos do seu público, com um objetivo final que pode ser prospectar, pode ser vender, pode ser fortalecer o reconhecimento sua marca, pode ser melhorar o relacionamento com seus clientes. Recomendo ler um pouco sobre a jornada do cliente ou jornada do comprador para entender melhor sobre esses objetivos. E para saber um pouco mais sobre Inbound Marketing recomendo ler o texto: Por onde começar a trabalhar com Inbound Marketing, clicando aqui. A propósito esse texto que está lendo agora, faz parte de uma estratégia de Inbound Marketing!

 

  • Quanto maior a presença digital melhor (#sqn)

É imprescindível para qualquer tipo de negócio ter uma sólida presença digital. Se você ainda tem alguma dúvida sobre essa necessidade sugiro que leia sobre ZMOT.  Mas ter uma presença sólida não significa estar em todos os lugares, em todas as redes sociais, em tudo que a internet oferece. Essa relação de quanto mais melhor, só é verdadeira quando você consegue dar conta de tudo. Só existe uma coisa pior do que não estar presente na web, que é oferecer uma péssima experiência para seu cliente.  Como você se sente quando encontra o site de uma empresa e as informações estão desatualizadas, ou quando no mobile não consegue clicar nos links de tão pequenos que são? Como você se sente quando encontra a página de uma empresa no Facebook e a última atualização é de 2014???

Uma presença digital sólida não significa estar em todos os lugares, mas manter todos os locais que sua empresa está presente atualizados e proporcionar uma boa experiência ao visitante. O que nos leva ao próximo tópico.

 

  • Planejamento

É o ponto de partida. Nada irá funcionar adequadamente se não for planejado. Um bom planejamento poupa tempo e dinheiro, o que são excelentes motivos para não negligenciar essa fase. Existem duas regras básicas para o planejamento do marketing digital da academia: ele é flexível e depende do planejamento geral. Objetivo, público alvo, canais, estratégias e conteúdo são pontos fundamentais do planejamento. A dica, principalmente se você não tem uma pessoa para cuidar exclusivamente do marketing (seja interna ou contratada) é começar pequeno. Um objetivo, um público alvo, poucos canais, estratégia sólida e manda bala no conteúdo. Conforme for colhendo os resultados, pode ampliar criando um novo objetivo ou um novo público alvo, por exemplo.

 

  • Gestão do Conteúdo

Não existe fórmula mágica. Mesmo com o planejamento redondinho, não existe garantia de que o formato de conteúdo vai funcionar para sua academia. O que dá certo para a concorrência pode não encher os olhos do seu público e mesmo o que deu certo para seu negócio no passado, pode não funcionar novamente, mas serve como ponto de partida.

A palavra chave é experimentar. Faça testes com formatos diferentes, títulos diferentes, abordagens diferentes e veja o que traz mais resultados.

Aproveitar a onda de um meme, pode ser uma ótima ideia, apenas tome cuidado com dois aspectos, direitos de imagem e temas polêmicos. Eu prefiro evitar.

É sabido, por exemplo, que os vídeos nas redes sociais trazem mais resultados do que qualquer outro tipo de publicação, mas será que vai funcionar para uma academia localizada em uma pequena cidade do interior, cuja internet mais rápida tem 4MB e custa caro? Talvez nesse caso usar imagens seja melhor, mas só podemos ter certeza testando. O que nos leva ao próximo tópico.

 

  • Preciso ser um especialista em criação

Não é verdade! Ter conhecimentos básicos na edição de imagens e vídeos ajuda a agilizar o trabalho de criação, se você não puder contar com um profissional. Fiz um texto, que você pode ler clicando aqui em que dou algumas dicas para criação e edição de imagens. Prometo em breve fazer algo semelhante com vídeos, ok?!

Se puder contratar um especialista, poupará algumas horas de trabalho, mas certifique-se que ele conhece a linguagem do canal no qual a publicação será feita. Um bom designer nem sempre consegue fazer uma boa imagem para redes sociais.

 

  • Monitoramento – métricas

Você planejou, criou o conteúdo e está fazendo um teste. Para saber se funcionou é preciso monitorar. Tanto as redes sociais quanto os sites possuem sistemas que medem diversas variáveis. O primeiro passo para conseguir usar esses dados com eficiência é saber para onde olhar. E então voltamos ao objetivo, lá do seu planejamento. Por exemplo, se seu objetivo era usar o Facebook para vender um serviço em determinada ação promocional, não adianta olhar o crescimento de fãs da página, pois ela pode ter triplicado de tamanho, mas se não vendeu nada, tem algo errado no processo, pois seu objetivo não foi atingido.

As métricas também servem para nos fornecer dados para um bom planejamento. Você consegue extrair informações sobre público alvo e até sobre interesse das pessoas, se souber como criar filtros adequados no site da academia, por exemplo.

 

  • Monitoramento – interações

Se estamos falando de Mídias Sociais, isso pressupõe interação . Seja no site, nas redes sociais, seja no e-mail marketing. Qualquer comentário precisa ser respondido, pelo mesmo meio em que foi feito. O único cuidado, que é preciso tomar, são com as reclamações para não criar uma crise digital. Administrar uma crise na internet é caro e desgastante.

Quando receber alguma reclamação, responda imediatamente que irá verificar. Se for pública, nos comentários do Facebook, por exemplo, leve para o privado. Verifique com sua equipe o que aconteceu de fato e resolva o problema. Enquanto está buscando informações ou resolvendo o problema, dê feedback para quem fez a reclamação, para que não gere outra reclamação ainda pior. Sabemos que há casos em que a reclamação não procede, elabore uma resposta educada, sempre pautada no regulamento interno da academia e/ou no contrato de prestação do serviço. Se você não tem nem um nem outro, sugiro contratar um advogado, preferencialmente com conhecimento no segmento, para ajudar na elaboração.

 

  • Só terei resultados fazendo anúncios.

Não é verdade! Os anúncios podem ajudar a alavancar suas campanhas apenas se forem feitos com base no seu planejamento. Na hora de fazer um anúncio tenha em mente qual o objetivo a ser alcançado. O que você deseja? Reconhecimento de marca? Alavancar vendas? Gerar leads? Clicando aqui – você encontra algumas dicas sobre por que fazer anúncio digital para a academia.

 

  • Geração X, Y, Z

Durante um bom tempo iremos conviver com pessoas dessas três gerações, algumas academias com os Baby Boomers, também. Portanto todas em todas as ações feitas, no ambiente digital, ao determinar o público alvo, é preciso pensar na linguagem, no formato usado e quando a ação permear duas ou mais gerações criar formatos que tenham significado para cada uma delas.

Ficando atendo aos dez pontos desse mini guia de marketing digital para academias é possível realizar um bom trabalho. Ficaram de fora muitas outras questões, não menos importantes, como a estrutura de um site, SEO – http://gestaofitness.com.br/5-dicas-de-seo-para-o-site-da-academia/ – , ferramentas de e-mail marketing, canais de vídeo, storrytelling, link building etc. Futuramente pretendo abordar cada um deles, portanto se você tem preferência por conhecer algum assunto com mais profundidade, deixe um comentário. E qualquer dúvida sobre os pontos abordados nesse texto, escreva pra mim. Sucesso!

 

Por Denise Carceroni

Comments

0 Comentários desativados em Guia de Marketing Digital para Academia 741 06 abril, 2017 Denise Carceroni, Marketing e Vendas abril 6, 2017

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisar

Cursos

Facebook