Brasil está entre os dez principais mercados para o setor de academias
Brasil está entre os dez principais mercados para o setor de academias
Posted by

Brasil está entre os dez principais mercados para o setor de academias

 

Atualmente são 30 mil unidades que atendem a 7,6 milhões de alunos e devem movimentar, este ano, R$ 2,5 bilhões

O culto ao corpo saudável e a longevidade têm fomentado o segmento fitness de forma significativa no Brasil. Nos últimos cinco anos, o número de academias saltou de 15 mil para 30 mil e a expectativa é que essas operações movimentem R$ 2,5 bilhões este ano.

Como a concorrência é acirrada, para manter a rentabilidade do negócio os empresários do setor têm de estar atentos às tendências que vêm do exterior, em especial dos Estados Unidos, e adequá-las ao mercado brasileiro. “Há 10 anos trouxemos para o Brasil a rede Contours, que é uma bandeira norte-americana já consolidada, com atendimento apenas a mulheres. Foi uma inovação no setor”, lembra a diretora executiva da marca no País, Patrícia Martins, ao DCI.

Hoje, a rede soma 42 unidades espalhadas pelo Brasil. Outras oito já estão em processo de implementação. “O segmento tem crescimento vigoroso no Brasil, mas ainda não estamos nem perto do que o setor de fitness representa nos EUA”, disse a executiva. A estimativa é que enquanto 18% dos americanos se exercitam, no Brasil o índice é de apenas 3%.

“Hoje a procura tem sido maior, e como o brasileiro tem caracteristicas diferentes, nesses 10 anos algumas coisas foram sendo modificadas na Contours”.

Além do circuito de treino, que pode ser feito em 30 minutos, a Contours oferece a suas clientes pilates, tratamentos estéticos e demais serviços relacionados ao bem-estar.

Gigante do setor

Outra rede mundialmente conhecida, o Grupo Bio Ritmo, há 15 anos em atuação, tem boas perspectivas para o futuro. Segundo o presidente do grupo, Edgard Corona, até 2016 a rede, que também tem a marca Smart Fit, quer chegar a um milhão de alunos matriculados, apenas na América Latina. “O plano de expansão da Smart Fit para 2015 prevê inaugurar 75 unidades no Brasil, 30 no México e 5 no Chile”, disse o executivo.

Ainda segundo Corona, até 2016 a Bio Ritmo irá abrir cinco unidades fora de São Paulo. Serão três no Rio de Janeiro, com investimentos de R$ 18 milhões, além de duas academias em Brasília, com investimentos de R$ 16 milhões.

Desde 2010, o Grupo Bio Ritmo cresce 50% ao ano. Para 2014, a expectativa é R$ 420 milhões de faturamento. Hoje são 165 unidades da Smart Fit (Brasil, México e Chile), e 28 da Bio Ritmo (São Paulo e Belém).

Propulsor

Recentemente, o BNDES divulgou a possibilidade de empresários do setor comprarem equipamentos pelo Finame. Na opinião do presidente da Associação Brasileira de Franchising do Rio de Janeiro (ABF-Rio), Beto Filho, mais do que fomentar o setor, essa é uma forma de o governo diminuir o uso dos programas públicos de saúde.

“Isso é um caso de saúde pública. Ao liberar esse financiamento, o governo entende que a melhor forma de diminuir a procura pelo SUS é incentivando a prática de esportes e da alimentação saudável”, disse o especialista.

Ainda segundo Beto Filho, o potencial de expansão das academias é comprovado pelos números, que por vezes ultrapassam o setor como um todo. “Esse setor cresce acima dos dois dígitos e supera o desempenho do franchising”, concluiu o presidente da ABF-Rio.

 

Fonte: http://www.dci.com.br/comercio/brasil-esta-entre-os-dez-principais-mercados-para-academias-id422007.html

Comments

0 Comentários desativados em Brasil está entre os dez principais mercados para o setor de academias 1227 27 outubro, 2014 Gestão de Academias outubro 27, 2014

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisar

Cursos

Facebook