I Workshop de Ideias - Fomentando a troca de conhecimentos e experiências
I Workshop de Ideias – Fomentando a troca de conhecimentos e experiências
Posted by

I Workshop de Ideias – Fomentando a troca de conhecimentos e experiências

Disposta a estimular a troca de conhecimentos e experiências no setor, a Revista Gestão Fitness promoveu, em abril, o I Workshop de Ideias, que reuniu um grupo de 50 pessoas para discutir assuntos relevantes na gestão de academias e projetar coletivamente ideias para o futuro desse tipo de negócio.

Em um mercado dinâmico como o de fitness em que mudanças ocorrem a todo instante, a gestão do conhecimento torna-se um fator importante de sucesso para empresas e profissionais. Nesse ambiente, a troca constante de informações e experiências é vital para que o conhecimento esteja ao alcance de todo o setor.

Para estimular esse intercâmbio de informações, a Revista Gestão Fitness realizou, em  02 de abril, o I Workshop de Ideias, que teve por objetivo fomentar discussões sobre assuntos relevantes na gestão de academias de ginástica, projetando coletivamente ideias para o futuro desse tipo de negócio.

A divulgação foi um dos diferenciais do encontro, que reuniu um grupo de aproximadamente 50 pessoas, formado por profissionais da área da Educação Física com diferentes campos de atuação, empresários, professores e gestores do segmento, além de alguns clientes.

Para informar o mercado sobre o encontro, a revista utilizou praticamente os meios digitais. O site da publicação, além das redes sociais, como o Twitter e o Facebook, foram os canais escolhidos para convidar os participantes, que tiveram a oportunidade de debater em grupo diversos temas.

A condução do evento ficou a cargo de Caio Correia, coordenador da Competition Academia e Ivan de Marco, personal trainer,  Life Coach e fundador do Cérebro Ativo, projeto-conceito que promove encontros de desenvolvimento humano para situações inovadoras e não convencionais de aprendizagem e oferece oportunidades reais de integração corpo e mente por meio do movimento.

Com o objetivo de tornar o encontro mais dinâmico, o workshop foi dividido em três módulos. Na primeira parte, os organizadores fizeram uma breve apresentação de suas percepções a respeito do cenário atual das academias de ginástica. Falou-se em especial sobre a dificuldade que as academias têm de atrair e reter uma grande parte da população que deseja adotar uma vida mais ativa, mas não enxerga na proposta das academias uma solução interessante para atender esse anseio.

Na segunda parte, os participantes foram divididos em grupos. Cada grupo realizou discussão e registrou ideias de possíveis soluções nos diversos setores de uma academia de ginástica, a fim de torná-los mais atraentes para o público que hoje não frequenta academias.

Já na parte final, os grupos tiveram oportunidade de conhecer todas as propostas de solução para as diversas áreas e elegeram as melhores. Essas ideias formaram então um painel que foi exposto para todos os presentes.

“Além de servir como um ponto de encontro presencial para os leitores e colaboradores da revista, a proposta do workshop foi dar voz às ideias de todos os presentes. A participação de alguns clientes também foi algo muito positivo, pois foi uma maneira de conhecermos o lado de quem compra os serviços de uma academia. Optamos por esse formato porque acreditamos no poder da cocriação de conhecimento e informação, que, nesse caso, ocorreu por meio da reunião de um grupo heterogêneo de participantes e do estímulo para que eles manifestassem suas opiniões sobre os serviços nas academias do futuro. Nesse formato de encontro, procuramos evitar a apresentação de soluções prontas para quaisquer questões. O objetivo é sempre fomentar o máximo possível as discussões e produção de ideias, a fim de que, posteriormente, cada participante reflita sobre como transformá-las em soluções dentro de suas próprias atuações individuais”, explica Ivan de Marco.

Na visão de Caio Correia, o mercado de academias de ginástica carece de encontros para troca de informações entre as diferentes empresas que formam esse setor. “Além de destinarem muito poucos recursos para treinamento e desenvolvimento de seus colaboradores, muitos empresários ainda possuem uma política protecionista em relação à gestão da informação e do conhecimento. Encontros com esse formato ajudam os empresários e os profissionais que atuam nas academias a emitir e trocar as percepções sobre seus trabalhos em um território neutro, sem julgamentos”, destaca Caio.

Ideias criativas

De fato, o workshop teve um saldo bastante positivo, surpreendendo, inclusive, os organizadores em vários os aspectos. “Desde a receptividade que os participantes demonstraram, passando pela participação realmente ativa de todos os presentes nas atividades, até os resultados finais e os feedbacks que nos foram enviados posteriormente, acreditamos que o workshop cumpriu muito bem os objetivos”, comenta Ivan de Marco.

Tanto isso é verdade que as sugestões para negócios do futuro apresentadas pelo grupo foram bastante criativas, como, por exemplo, promover um show de stand-up comedy dentro da academia ou até mesmo que a academia criasse espaços para que os donos pudessem levar seus cães para se exercitarem também.

Diante do grande sucesso do workshop, a intenção da Revista Gestão Fintess é organizar novos encontros com leitores e colaboradores no segundo semestre de 2011, cujos temas e datas serão divulgados oportunamente.

Confira a seguir as sugestões eleitas pelo grupo como as melhores ideias em cada tema abordado.

Musculação

  • Oferecer a mesma aparelhagem em ambientes diferentes para cada tipo de público. Por exemplo: para melhor idade, jovens etc.
  • Mudar a abordagem de apresentação dos exercícios, demonstrando a
    relação disso com o cotidiano dos diversos tipos de público.
  • Vendas/Recepção
  • Acompanhamento Pós-Venda.
  • Política de colaboradores/gestores.
  • Aquático
  • Não precisar ser regra para fazer aula na piscina o uso de sunga ou maiô.
  • Desenvolver atividades mais divertidas com menos foco na melhora da performance. 
  • Colaboradores
  • Oferecer Plano de Carreira.
  • Oferecer remuneração variada de acordo com o faturamento da empresa e metas.
  • Necessidades e Experiências dos Clientes
  • Mensalmente, realizar uma pesquisa de satisfação com o cliente.
  • Conhecer e atender os sonhos e necessidades dos clientes.
  • Ambientes
  • Montar salas sem espelhos, visando à consciência corporal.
  • Arborização das salas.
  • Ginástica
  • Preocupação com a vida útil/desgaste físico do professor que precisa ministrar muitas aulas e compromete a qualidade do serviço oferecido.
  • Desenvolver aulas experimentais.
  •  Outros
  •  Integrar a avaliação emocional na Avaliação Física.
  • Espaço para os clientes deixarem os animais de estimação  (hotelzinho + agility).
Por Madalena Almeida, Jornalismo Gestão Fitness

 

Comments

0 Comentários desativados em I Workshop de Ideias – Fomentando a troca de conhecimentos e experiências 2145 31 maio, 2012 Gestão de Academias maio 31, 2012
Avatar

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisar

Parceiros

Cursos

Facebook