O DNA da música na sua academia
O DNA da música na sua academia
Posted by

O DNA da música na sua academia

 

É muito comum ver as academias buscarem cada vez mais profissionalismo. Os sistemas administrativos geram relatórios e resultados, os consultores precisam inovar suas estratégias para potencializar as vendas e a fidelização. Sem falar na evolução visual e tecnológica dos aparelhos e equipamentos influenciando ainda mais a arquitetura.

A música não pode ser diferente. Há anos os produtores musicais a usam como um produto. Praticamente todas as músicas Pop Comerciais possuem barulhos, batidas, harmonia, melodias e riffs de músicas que fizerem sucessos há décadas. Seria plágio ou falta de criatividade? Respondo: Nem um, nem outro e sim; o DNA da música!

Está comprovado pela ciência que recebemos geneticamente, gostos e emoções dos nossos pais. Mesmo que seus ancestrais gostassem de ouvir um estilo musical e você goste de outro, todo mundo já ouviu alguma coisa que tocou seus pensamentos e corações. Eu aposto que você já se envolveu emocionalmente com uma das músicas dos filmes: A Bela e a Fera, Madagascar ou Frozen. Pois é; os estúdios Disney já faziam isso bem antes da indústria fonográfica e eu tenho certeza que você se sente bem ouvindo uma destas músicas, mas; não escuta em seu carro. Que tal fazer um teste? Pesquise e escute: (I Gotta Feeling – Black Eyed Peas(2009) e depois Open Your Eyes – Snow Patrol(2006)), veja também: (Rihanna – Wild Thoughts com DJ Khaled(2017) e depois Maria Maria – Carlos Santana(2010)). No primeiro exemplo é muito sutil, mas o segundo “é um tapa na orelha”.

A audição é um sentido incontrolável. Até quando você não quer, ela funciona. Por isso é impossível agradar a todos. Sem falar na preferência musical de cada um, nos sons que alegram e irritam pessoas diferentes. O melhor mesmo, é ser democrático e agradar a maioria. Os conhecimentos mínimos sobre a história da música e da musicalidade, estilos e regiões e principalmente o DNA da música são o melhor caminho para uma trilha de sucesso!

Outra coisa que facilita a atividade dos alunos, é identificar a velocidade que a academia quer que os treinos aconteçam. Escolha algumas músicas de velocidades diferentes e deixe tocar no salão. Veja como as pessoas irão reagir. Durante algumas músicas as expressões da maioria ditarão a vibe da academia. Para identificar o BPM das músicas você deve clicar no nome do arquivo com o botão direito do mouse, depois em Propriedades, Detalhes e localizar “Batidas por minuto” no tópico de conteúdo. Você pode usar músicas com velocidades parecidas. Sugiro que trabalhe com até 15 batidas acima e abaixo. Veja; se a música que você testou possui 130 BPMs, você pode usar músicas de 115 até 145 BPMs.

Agora é com você. Som na caixa!

 

Daniel Netto é Músico, Locutor, Produtor musical, Programador musical, Designer de áudio, Web designer, CEO e criador da Radio Music Fitness – contato@radiomusicfitness.com – www.radiomusicfitness.com – (31)3394-7549

 

Comments

0 Comentários desativados em O DNA da música na sua academia 746 11 dezembro, 2017 Daniel Netto, Gestão de Academias dezembro 11, 2017

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisar

Facebook