Insatisfação “positiva” vs insatisfação “negativa”
Insatisfação “positiva” vs insatisfação “negativa”
Posted by

Insatisfação “positiva” vs insatisfação “negativa”

 

Mário Sergio Cortela, filósofo, autor, professor e conceituado palestrante, diz que: “ A satisfação paralisa, adormece e entorpece”. Desta maneira deixando o indivíduo em estado de conforto. E para “combater” esse estado de inanição, deve se ter/haver uma “insatisfação positiva” para seguir em frente e avançar na vida, no conhecimento etc.

Traçando um paralelo desta afirmativa com a carreira profissional, aqui trataremos especificamente da carreira do Educador Físico, pode significar a morte da carreira do profissional. A inanição, ou podemos assim dizer, a abstinência “alimentar” sob a ótica da informação, cultura geral e científica, paralisa o crescimento do profissional. O que poderemos chamar de “insatisfação negativa” pela razão deste profissional, encontrar se em estado de conforto com seu conhecimento já adquirido até então, e tal atitude o leva a estagnação. Muitas vezes, os profissionais que se encontram neste estado, são, estão ou se tornam insatisfeitos com sua profissão. Esse perfil de profissional acredita que o que ele já fez ou vêm fazendo até o momento está perfeito e assim, basta reproduzir o conhecimento em sua prática profissional. Entretanto, o conhecimento científico da atualidade e na era da informação é altamente volátil, com as informações evaporando rapidamente de um dia para o outro ou horas, tornando em linhas gerais o que é verdade hoje, não o sendo amanhã!

Eisnten dizia: “Tolice é fazer as coisas sempre do mesmo jeito e esperar resultados diferentes”. Então, o profissional que por ventura estagnou ou se sente insatisfeito com os resultados obtidos dentro de sua carreira, deve mudar seu modelo mental e pensar fora da caixa, expandido seu olhar de mundo para novas experiências, conhecimentos e oportunidade.

Assim, é interessante que os profissionais da Educação Física tenham, sintam e procurem sempre uma “insatisfação positiva” para suas carreiras, a fim de dar maior dinâmica à esta. O movendo adiante, retirando o profissional de um estado confortável elevando- o a ter uma ambição de crescimento profissional e pessoal. Importante salientar que ambição não é ganância! Ambição é o indivíduo sonhar com algo e esforçar se para alcançar seu objetivo dentro dos preceitos éticos e legais. Todo o contrário disto podemos considerar ganância.

 

Rafael Fernandes é Especialista em ADM e MKT esportivo; Especialista em gestão de empresas de fitness e wellness; Ex-Gestor do Conselho Regional de Educação Física-CREF1- Unidade Barra/Recreio/JPA e Vargem Grande e Pequena; Professor de Educação Física (CREF 027635); Graduando em Processos gerenciais; Mestrando em Administração Estratégica na IBMEC; Coordenador de atividades físicas da academia  Jungle Gym Brazil – Barra/RJ

 Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9268675559198932 –  Tel:(21) 982771238

Comments

0 Comentários desativados em Insatisfação “positiva” vs insatisfação “negativa” 5459 18 março, 2015 Coaching e Carreira, Rafael Fernandes março 18, 2015

About the author

Thais Almeida é diretora e curadora de conteúdo deste portal.

View all articles by Administrador

Pesquisar

Facebook